Indonésia inicia vacinação da população com a CoronaVac

A Indonésia iniciou sua campanha de vacinação contra a Covid-19 nesta quarta-feira (13), usando a vacina CoronaVac, feita pelo laboratório chinês Sinovac. O presidente Joko Widodo recebeu a primeira dose do imunizante, enquanto seu país luta contra um dos piores surtos de coronavírus na Ásia. A iniciativa visa imunizar 181,5 milhões de pessoas. O país da Ásia autorizou o uso emergencial da CoronaVac na última segunda-feira (11). O imunizante é o mesmo produzido pelo Instituto Butantan, que divulgou a eficácia de 50,38% em testes realizados no Brasil nesta terça-feira. A China já aplica a vacina na população. Turquia e Chile também já fecharam…

Continuar lendo

Bolsonaro ironiza eficácia da CoronaVac, mas diz que vai comprar qualquer vacina aprovada pela Anvisa

O presidente Jair Bolsonaro ironizou nesta quarta-feira a eficácia de 50,38% da CoronaVac, divulgada na terça-feira pelo governo de São Paulo. Bolsonaro disse que a “verdade” está aparecendo, sem especificar a que se referia, mas repetiu que o governo comprará qualquer vacina que tenha o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O Ministério de Saúde já assinou um contrato para comprar 46 milhões de doses da CoronaVac. A declaração do presidente foi feita durante conversa com apoiadores, no Palácio da Alvorada. Um homem falava sobre a importância…

Continuar lendo

Para governadores, decisão do STF ampliou pressão por imunização rápida contra Covid

Governadores ouvidos pelo blog avaliam que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de autorizar estados e municípios a comprarem vacinas sem aval da Anvisa servirá como uma “dupla pressão” para que a União viabilize uma imunização rápida contra a Covid-19. Na ultima quinta-feira (17), o ministro Ricardo Lewandowski autorizou governadores e prefeitos a comprar vacinas registradas por agências sanitárias estrangeiras. A liberação vale também para o caso de a União descumprir o plano de imunização. Pela decisão, estados e municípios poderão comprar os imunizantes caso a…

Continuar lendo

Anvisa diz que Pfizer enviou dados de testes de fase 3 de vacina contra a Covid-19

A Agência Nacional de Vigilância (Anvisa) informou nesta quarta-feira (15) que a farmacêutica norte-americana Pfizer enviou os dados da fase 3 dos testes da BNT162b2, sua candidata à vacina contra a Covid-19. No Brasil, 2,9 mil voluntários participam dos testes. O governo federal negocia a compra de 70 milhões de doses da vacina. O procedimento não significa que a empresa pediu o registro do produto no país: na etapa atual, a empresa busca acelerar o trâmite e preparar a futura solicitação. Com a nova remessa de documentos, a empresa segue…

Continuar lendo

RN pode registrar novo pico de Covid-19 em janeiro, diz UFRN

A Tribuna do Norte mostra em reportagem publicada nesta quarta-feira(16) que o Rio Grande do Norte pode chegar em janeiro de 2021 a um pico de contaminação do novo Coronavírus acima do observado nos meses de junho e julho, os mais graves até o momento. É o que mostra a previsão do professor José Dias do Nascimento, astrofísico do Departamento de Física Teórica e Experimental (DFTE) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), publicada no início desta semana. Segundo a reportagem, a previsão…

Continuar lendo

Governo prevê iniciar vacinação contra a Covid cinco dias após aval da Anvisa e entrega das doses

O Ministério da Saúde informou ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta terça-feira (15), que o governo prevê iniciar a vacinação contra a Covid-19 em até cinco dias após o registro ou autorização das doses pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a entrega dos primeiros lotes. Ainda de acordo com esse novo documento, a vacinação no Brasil deve ser concluída em 16 meses – quatro meses para vacinar todos os grupos prioritários e, em seguida, 12 meses para imunizar a “população em geral”. A informação foi entregue ao STF pela Advocacia-Geral da…

Continuar lendo

81 municípios do RN registram aumento no número de casos de Covid-19

O Rio Grande do Norte teve 81 municípios que registraram mais casos de Covid-19 no mês de novembro em comparação com o mês de outubro. Os dados estão na plataforma de monitoramento do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS). Natal foi quem mais cresceu no número de casos registrados, com um aumento de 141%. Em outubro, foram 1.434 casos confirmados na capital. Já em novembro, esse número saltou para 3.469 – uma diferença de 2.035 casos. Outro crescimento relevante aconteceu em Parnamirim, que registrou…

Continuar lendo

Comitê Internacional Independente, que analisa os estudos da vacina CoronaVac, pede retomada dos testes no Brasil

O Comitê Internacional Independente, que analisa os estudos da vacina CoronaVac, desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, emitiu parecer pela retomada dos testes no Brasil. A documentação chegou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira, por volta das 17h. Ontem, a Anvisa determinou a paralisação dos testes, o que abriu um embate com o Instituto Butantan, que considerou a decisão desacertada. A ausência de nexo causal entre o evento adverso grave com um voluntário e a vacina é um dos fatores apontados. A Anvisa assinalou,…

Continuar lendo

COVID-19: Brasileiros defendem que volta as aulas só depois da vacina

72% dos brasileiros defendem a volta às aulas apenas depois da vacina contra a Covid-19, diz o Ibope, em pesquisa encomendada por O Globo. Entre os eleitores de esquerda, o número chega a 87%. Entre os de direita, 60%.  O levantamento foi realizado entre os dias 21 e 31 de agosto, pela internet, com 2.626 brasileiros com mais de 18 anos e das classes A, B e C. Atualmente, apenas o estado do Amazonas já liberou o retorno presencial às escolas. São Paulo e o Rio Grande…

Continuar lendo

COVID-19: Governo tem poder de tornar vacinação obrigatória, dizem juristas e médicos

Na terça-feira (1º), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que “ninguém pode obrigar ninguém a tomar vacina”, em referência a uma possível futura campanha de vacinação contra a Covid-19. A declaração foi criticada por médicos, infectologistas e constitucionalistas: segundo eles, desestimular a vacinação é inconstitucional e pode trazer graves prejuízos ao combate à pandemia e outras doenças. A fala de Bolsonaro foi publicada nas redes sociais pela Secretaria de Comunicação do governo. “O Governo do Brasil investiu bilhões de reais para salvar vidas e preservar empregos. Estabeleceu parceria e…

Continuar lendo