Elói de Souza: Pesquisa Eleitoral divulgada hoje pode ser alvo de investigação

A pesquisa registrada sob o número 04375/2020 foi realizada entre os dias 12 e 13 de Agosto e teria sido supostamente contratada pela empresa Perspectiva Assessoria e Comunicação Ltda, que tem como sócios Edmar Fernandes de Assis e Larissa Daniele Dantas Fernandes.

Diante de tais fatos, o blog resolveu buscar algumas informações e deixamos alguns questionamentos ao leitor:

  1. Quem contratou a pesquisa?

Perspectiva Assessoria e Comunicação Ltda. Uma empresa cuja atividade principal é publicidade e desenvolve programas de computador sob encomenda.

FONTE: Receita Federal

2) Onde fica localizada a contratante da pesquisa?

Curiosamente seu endereço fica numa casa localizada na Rua Praia Redonda, 2237, Ponta Negra.

Ao verificar que se tratava de uma casa com “características residenciais”, fomos até o local para constatar se de fato ali funcionava uma empresa de publicidade, mas não conseguimos contato com ninguém na casa.

FONTE: Google Maps

3) Qual é a empresa contratada para realizar a pesquisa?

Trata-se da V2 Data Consultoria, empresa que foi criada em 11/03/2020, possui capital social de R$2.524,84 e uma única sócia, a senhora Luciana Silva de Sousa Vitiello.

FONTE: Receita Federal

4) Onde fica localizado o endereço da empresa contratada?

Um fato curioso é que o endereço da V2 fica localizado em um apartamento do Residencial Jangadas & Caravelas, no bairro de Nova Parnamirim.

FONTE: Google Maps

Após a exposição dos fatos, torna-se no mínimo suspeito a contratação de uma pesquisa por uma empresa de publicidade e desenvolvimento de programas de computador, cujo endereço é uma casa residencial no bairro de Ponta Negra.

Qual a finalidade de uma empresa com essas características pagar R$2.500,00, em plena pandemia, para uma empresa de pesquisa entrevistar 360 pessoas numa cidade do interior do estado?

Será que existe uma terceira pessoa que estaria interessada na pesquisa e não quis aparecer?

Outro questionamento pertinente é quanto a credibilidade dessa empresa que fez a pesquisa.

Trata-se de uma empresa com menos de 1 ano de atuação nesse ramo, neste ano de 2020 emitiu apenas 7 notas fiscais e possui endereço em um apartamento residencial da cidade de Parnamirim.

São pontos que põem em xeque o resultado da pesquisa que estar por vir.

Esta mesma empresa, a V2 foi alvo de suspeitas em uma pesquisa eleitoral que foi divulgada no município de Macaíba em Março desse ano.

Na ocasião, haviam sido realizadas outras duas pesquisas, sendo uma pela Consult e a outra pelo Instituto Setta.

Ficou constatado que um dos possíveis interessados no resultado da pesquisa possuía conhecimento junto a proprietária da V2 e, coincidentemente, o resultado foi bem favorável a este pré-candidato.

É muito comum em ano eleitoral surgirem tentativas desesperadas de tentar burlar a opinião pública, porém, é bom que se saiba os riscos que esse tipo de situação causa.

A cada pleito eleitoral que surge as pessoas estão cada vez mais vacinadas contra as velhas estratégias de políticos que estão escassos de propostas, trabalho e compromisso com a população.

No pleito eleitoral, vale o ditado que “o jogo só acaba, quando o juiz apita a final da partida.”

Compartilhar nas redes sociais

Deixe uma resposta